sexta-feira, 15 de agosto de 2008

As Nanas e a Anna


Nana é um manga até jóinha. Dei uma bizoiada acidental nuns scams perdidos na net. É sobre duas minas homônimas que se chamam Nana. Uma é frágil, romântica e meio zoada da cabeça e a outra é rock-punkera fodona. Acontece delas se esbarrarem em Tóquio e amigar-se apesar de suas diferenças abissais. Posteriormente acabam por dividir um apato, seus conflitos pessoais na busca pela felicidade no amor e na vida profissional, chororôs, porradas do destino, gatos e ziliões de outras coisas mais...
Gostei do design, a estória é bem escrita, uma novela modernosa e tudo ia bem até que me toquei que a bagaça toda era um .... hã... josei manga?!? Ai ficou meio broxante continuar a lê-lo. E meio que tô sem falta de tempo também...
Mas o que importa nessa estória toda é que as Nanas acabaram por me levar a conhecer a Anna.
Estava outro dia de bobeira no YouTube, quando aproveitei para assistir a abertura do anime baseado no mangá e ai tive a gratíssima surpresa de dar de ouvidos com a Anna Tsuchiya. Foi paixão á primeira audição.
Não sou fã de Jpop, mas a mulher é roqueira da gema. Canta muito. E não é aquela vozinha adocicada e afetada que tanto caracteriza as vocalistas jpopeiras. Esta tal de Anna tem vozão, jeitão, pinta, estilão e canta como roqueira de verdade!!! Confiram aê:


Nenhum comentário: