sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Kubi or not kubi? Eis a questão...


Izumo. Calor infernal. Zilhões de graus. E uma dúvida solta no ar. Afinal, fui ou não "kubizado"?
O setor inteiro aonde trabalho já foi cruelmente ceifado. Tal fatalidade aconteceu justamente no dia em que já estava de folga. Descubro isto por acaso, lendo o blog duma colega. Ligo para a empreiteira e ninguém atende. Todos estão de folga e tudo só volta a funcionar no dia 4. Só daqui a três dias terei a derradeira resposta...
Respiro fundo... Resigno-me... Meus pensamentos estranhamente se voltam para a magnifica estante que tinha recém comprado, para tentar organizar a bagunça no meu cubículo e dar-me um pouco de qualidade de vida.
Ahhh... As benditas "leis de Murphy", insistem em me perseguir... Pelo menos ainda não tive o trabalho de montá-la. Já esta pronta para uma possível mudança.
Anotem a seguinte equação: Dekassegui = "peão de trecho". Por conta dela, um dia estamos aqui, outro dia ali... E esta ilha é imensa, bem maior do que aparenta ser.
Por mais que seja veterano de Japão, já acostumado a tantos trancos, solavancos e barrancos, fica aquele vazio estranho de ter de abandonar tudo, assim meio de repente...
Felizmente (ou infelizmente, não sei ao certo) sou brasileiro, não desisto jamais!!! E a vida continua...

3 comentários:

Tubalandia disse...

ah..pelo que nosso adorado chefe nos disse no meio do discurso do cubi....ele falou que vai ficar um no katto..e soh...agora ja não se era verdade...torço pra que seja^^
eu tenho genio ruim mesmo =D
mas quando escrevo coloco meu coração mente e alma, em minhas pequenas palavras...está certo que meu portugues regrediu muito..quando tinhas os estudos ativos escrevia muito bem...afinal participava de concursos de redação..mas o que essa vida de dekassegui num estraga né...retomarei meus estudos, tentarei ser alguem na vida...e estou mais decidida do que jamais estive...o japao me fez enchergar que não posso deixar de estudar...acho que de todas essa foi a melhor lição que aprendi....desejo-lhe tudo de bom...
tuba..

Antonio Rebordao disse...

Estimado Carlo,

Há já alguém tempo que sigo a sua escrita e tenho de lhe dar os parabéns pelos conteúdos e pela forma como escreve.

Continue a aprendizagem e a partilha da vida.

Cumprimentos e votos de felicidade,

António Rebordão

Carlo disse...

Estimado Antônio,
Grato pelos gentis elogios, fique a vontade, puxe a cadeira... desculpe a bagunça do meu lar virtual, aqui ás vezes acharas graça, ás vezes derramarás lágrimas, ás vezes ficarás indignado... Porém espero que nunca indiferente ;-)