sexta-feira, 24 de outubro de 2008

A coisa tá ficando feia...

Sabia que as coisas estavam meio esquisitas, mas tanto assim... Catei isto do TB.

Como os cortes nas fábricas estão afetando os brasileiros

Grupos governamentais revelam que a crise econômica mundial provoca desemprego maior entre estrangeiros do que japoneses
Redação Tudo Bem
25.10.2008

A atual crise financeira mundial torna ainda mais visível a delicada posição dos dekasseguis. Em meio às dificuldades econômicas, eles são normalmente os primeiros a serem dispensados pelas companhias japonesas.

O brasileiro Stenio Sameshima, 28 anos, foi ao Japão no ano passado para juntar dinheiro trabalhando nas montadoras, mas está passando a maior parte do seu tempo na fila de emprego das empreiteiras, informou a agência AP.

A situação de Sameshima, que foi formado como professor de ciências, se tornou dramática ao ponto dele se dizer disposto a aceitar “qualquer trabalho que pague”.

O seu caso não é um fenômeno isolado. O governo japonês não mantém registros precisos da quantidade de estrangeiros desempregados, mas oficiais locais, trabalhadores e agências de mão-de-obra possuem centenas, se não milhares, de registros de trabalhadores estrangeiros sendo dispensados pelas principais empresas do país, como Toyota, Honda e Yamaha.

Leia mais na edição 815 do jornal Tudo Bem.

3 comentários:

Bah disse...

A coisa tá feia na fábrica onde vc tá?

Carlo disse...

Tá sim... Já devem ter cortado pelo menos 1/3 dos brazas. Três meses de produção já estão estocados. Tudo aqui vai funcionar agonicamente daqui pra frente... E ai? como esta?

Florzinha disse...

é... a coisa tá ficando feia mesmo! Junta isso com os fatores festas de final de ano + verão no Brasil...
Dá uma vontaaaade de ir embora!
(suspiro!)

Por aqui ouço falar de cortes em outras empreiteiras, e redução de carga horária, alteração de calendário de trabalho na minha...

Todo mundo apreensivo pra ver o andar da carrugagem...