sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Uma notícia alarmante

E ainda tem brasileiro que não entende porque as vezes somos discriminados...

Brasileiros cometem 19 crimes por dia no Japão

No 1º semestre de 2007, foram registradas 3.572 ocorrências criminais envolvendo brasileiros, quase o dobro em relação ao período do ano anterior.

Dados mais recentes da Agência Nacional da Polícia mostram que, no balanço geral, a polícia japonesa está perdendo no combate aos crimes cometidos pelos brasileiros que vivem no Japão. Os últimos números computados, que abrangem os primeiros seis meses do ano passado, mostram que a criminalidade praticamente dobrou nesse período. Em 2006, foram 1.856 ocorrências contra os 3.572 de 2007, que resulta em uma média de 19,8 crimes por dia.

Como a polícia prendeu efetivamente 474 pessoas, isso significa que 3.098 brasileiros que praticaram algum tipo de crime continuaram impunes no país. Com esse resultado, os brasileiros se tornaram os segundos na lista de ocorrências com estrangeiros, atrás dos chineses.

No ranking dos brasileiros infratores, eles lideram as ocorrências de furto (sem uso da violência), ficando muito perto dos chineses, que formam uma comunidade muito maior do que a brasileira. Ao todo, foram 3.322 furtos contra os 3.828 praticados por chineses.

[Jornal Tudo Bem] Edição de 23-02-2008

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Fantásticas imagens do Japão

Fiquei digamos assim, boquiaberto, ao contemplar estas belas imagens produzidas com este surpreendente recurso fotográfico chamado "HDR". Paisagens que a princípio poderiam ser consideradas pouco fotogênicas, adquirem uma riqueza visual bastante incomum com esta incrível técnica de maquiagem digital.

Shibuya Backstreet


Yokohama Snow


Lunch at Roppongi Hills


Cloudy day in Gotokuji


Mais, muito mais imagens aqui no Japan HDR.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

É possível acreditar nisto?

Um colega que vive lá pelos arredores de Tóquio me enviou esta foto duma placa que segundo "ele", encontrou no banheiro de um shinkansen (trem bala japonês) durante uma viagem a Nagano-ken. Sinceramente não dá para acreditar num troço desses. Muito bizarro, mesmo para um país exótico e com tantos costumes antiquados como o Japão. Acho...

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Podcast para aprender japonês - nihongo


Não posso afirmar que é o modo mais fácil e rápido de se aprender japonês como é largamente propagado em seu site, mas com absoluta certeza o JapanesePod101 é a ferramenta mais divertida que encontrei para esta finalidade. Os episódios são escritos numa linguagem moderna, ágil, entremeadas de situações engraçadíssimas, tudo muito bem explicado e mastigadinho num inglês bem básico e objetivo. Alias o uso do inglês é tão farto e corrente, que ao termino da audição de alguns episódios, fico imaginando se aprendi mais do idioma do Mickey Mouse ou do nihongo do Jaspion.
De qualquer forma é um bom entretenimento, garantia de boas risadas, vale a pena carregá-lo no seu ipod. O site ainda conta com um fórum animadíssimo, onde é possível fisgar algumas dicas interessantes.
Endereço para se inscrever no feed dos podcasts aqui.

sábado, 23 de fevereiro de 2008

Frio, muito frio por aqui...

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Estou vendo coisas demais...

Hoje completam exatos um ano, 2 meses e 15 dias desde que aportei aqui em Izumolândia. Este exílio voluntário nesta "pqp" de alguma forma deve ter afetado minha mente, meu poder de julgamento e até o meu jeito de observar as coisas. Minha imaginação deve ter criado asas e voado alto, bem alto, para ter notado um certo detalhe nesta foto (sutilmente emprestada dum perfil de uma japonesa no mixi) que talvez em outro lugar, numa outra época me teria passado totalmente despercebido...



Ou ela esta tentando passar uma mensagem sublinar?

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Vídeos em HD no Dailymotion

Desde o último dia 18 a Dailymotion passou a oferecer um serviço de hospedagem de vídeos no formato HD-720p de alta definição. A qualidade da imagem dos vídeos salta aos olhos, mesmo um observador distraído notaria a diferença. Confira este exemplo (opte pelo modo em tela cheia):




Um pormenor é o uso intensivo de banda de internet e processamento para reproduzir estes vídeos. É claro que como concorrente direto da Dailymotion, o YouTube irá brevemente apresentar novidades relacionados a isto também...
Mais vídeos aqui.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Não é uma invenção genial?

Estes adesivos em formato de olhos para colar nas pálpebras seriam a solução quase perfeita para os diminutos kyukeis da Murada...



Dar aquela cochilada repousante no meio do expediente sem arriscar o "kubi" é o sonho de todo dekassegui. Só precisaria treinar a dormir em pé. O diabo é que não estou conseguindo descobrir aonde estão a venda estes adesivos, se é que na realidade existem...



Alguém pode me dizer aonde conseguí-los? Please...



Via:Gizmodo

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Gamei...

Por um feliz acaso do destino esbarrei com esta senhorita no flickr, gostei de tudo nela, inclusive do jeito carinhoso com que segura a garrafa de água...


terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Filme: No Country for Old Men

Gostei, alias desde que assisti "Fargo", passei a curtir os filmes dos irmãos Coen. Apesar de um ritmo um tanto lento e aborrecido em alguns momentos, o clima de suspense em algumas cenas chega a ser deveras angustiante. O momento em que o cowboy esta num quarto escuro dum hotel, sentado na cama, silenciosamente aguardando o ataque de seu perseguidor, arma em mãos, escutando atentamente os estalidos provocados por cautelosas passadas no piso de madeira do corredor, observando sombras se movimentando através da fresta na parte inferior da porta, foi de suar frio, arrepiar os pêlos, roer as unhas, rezar... :-)

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Foi carnaval...

Putesgrillaz, foi só hoje que me dei conta que teve carnaval lá no brasil. Nenhuma grande saudade das folias na verdade. Nada contra quem curte, mas ficar pulando que nem macaco doido em salão abarrotado de gente suada e escutar música besta em volume ensurdecedor é algo que está a zilhões e zilhões de anos-luz da minha pacata praia.
Mas as mulheradas, mermão... nesta época do ano ficam bem mais... muito mais... simpáticas! Delas eu tenho saudades sim!!!
Parece que não teve nada de muito diferente este ano...

As belas musas de sempre...


Os tapa-sexos que sempre caem de sempre...


As entrevistas escrotas de sempre...





E é claro, não podia faltar as coisas esquisitas de sempre...
Gretchen detonando na passarela, uuuuuggh!!!

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Deus, um delírio

Me considero agnóstico, mas não tenho a menor dificuldade em concordar com muitas coisas que o Richard Dawkins escreve...
Sarcasticamente pretenciosa esta frase no prefácio: "Se este livro funcionar do modo como espero, os leitores religiosos que o abrirem serão ateus quando o terminarem".



"Num tempo de guerras e ataques terroristas com motivações religiosas, o movimento pró-ateísmo ganha força no mundo todo. E seu líder é o respeitado biólogo Richard Dawkins, eleito recentemente um dos três intelectuais mais importantes do mundo (com Umberto Eco e Noam Chomsky) pela revista inglesa Prospect. Autor de vários clássicos nas áreas de ciência e filosofia, ele sempre atestou a irracionalidade de acreditar em Deus, e os terríveis danos que a crença já causou à sociedade. Agora, neste Deus, um delírio, seu intelecto afiado se concentra exclusivamente no assunto e mostra como a religião alimenta a guerra, fomenta o fanatismo e doutrina as crianças.
O objetivo principal deste texto mordaz é provocar: provocar os religiosos convictos, mas principalmente provocar os que são religiosos "por inércia", levando-os a pensar racionalmente e trocar sua "crença" pelo "orgulho ateu" e pela ciência.
Dawkins despreza a idéia de que a religião mereça respeito especial, mesmo se moderada, e compara a educação religiosa de crianças ao abuso infantil. Para ele, falar de "criança católica" ou "criança muçulmana" é como falar de "criança neoliberal" - não faz sentido.
O biólogo usa seu conceito de memes (idéias que agem como os genes) e o darwinismo para propor explicações à tendência da humanidade de acreditar num ser superior. E desmonta um a um, com base na teoria das probabilidades, os argumentos que defendem a existência de Deus (ou Alá, ou qualquer tipo de ente sobrenatural), dedicando especial atenção ao "design inteligente", tentativa criacionista de harmonizar ciência e religião.
Mas, se é agressivo para expressar sua indignação com o que considera um dos males mais preocupantes da atualidade, Dawkins refuta o negativismo. Ser ateu não é incompatível com bons princípios morais e com a apreciação da beleza do mundo. A própria palavra "Deus" ganha o seu aval na ressalva do "Deus einsteiniano", e o maravilhamento com o universo e com a vida, já manifestado em seus outros livros, encerra a argumentação numa nota de otimismo e esperança."
[Cia das Letras]

Para conferir o livro, clique aqui.