segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Tentando evitar preocupações e vivendo mesmo sem conseguir...

Terminei de ler o "Como Evitar Preocupações E Começar A Viver" do Dale Carnegie e para minha surpresa, até que gostei. Ainda desacredito da maioria dos livros de auto-ajuda, mas este título achei bacana. Até me despertou um pouco mais de amor a vida, fé de que as coisas podem dar certo, por mais que fiquem emperradas no meio caminho. Pensamento positivo, otimismo, crença no progresso e outros sentimentos legais que nos fazem despertar levemente felizes, mesmo que tudo esteja uma bela droga…

Mudando completamente de assunto, os brazukas estão vazando daqui. Depois da limpa no bentoya, alguns estão voltando ao Brasil, alguns arrumaram trampo em outra região. Esta evasão até que não foi tão ruim. Melhorou bastante o ambiente no cortiço aonde moro, faz um par de semana que não escuto mais sons de TV e música brega em volume ensurdecedor, gente berrando ao telefone de madrugada, manos urrando e relinchando alto pelos corredores, lixo jogado de qualquer maneira e até pancadaria. Isto se considerar que brasileiros e latinos não eram nem 1/5 dos residentes no prédio, mas pareciam causar incomodo pela cidade inteira…

Pena que o também foi kubi nessa ultima leva e decidiu retornar ao bananão. Até tinha arrumado trampo para ele também, mas o velhinho sucumbiu ao peso da saudade de viver longe da família e a constante aporrinhação da mulher, que já estava de mala, cuia e filhos, prontinha para se mandar lá para os confins da Paraíba se ele vascilasse muito por estas bandas. No final desta semana estará embarcando de volta para lá.
Acho que voltarei a sentir falta de ter um amigão, aquele tipo de pessoa a quem você sempre pode contar quando se encontra em aperto. Parafraseando um personagem daquele seriado policial "The Wire": aquela pessoa que você chama depois de ter matado alguém e que irá lhe ajudar a dar sumiço no cadáver, sem questionar ou reclamar de nada. ;-)
Pois é, amigos, amigos verdadeiros não são vendidos em lojas e muito se encontram em qualquer esquina. Não mesmo. São verdadeiros milagres que raramente acontecem na nossa breve passagem por esta pedregosa existência terrena.

E não obstante o meu grande ânimo, mês que vem inicio num trampo novinho em folha e vamos tocando a boiada pra frente, enquanto não damos de cara com uma porteira trancada ou um rio entupido de piranhas famintas…

3 comentários:

DEUS.MEU.GUIA disse...

apesar de como vc,nao ser um dos apreciadores de livros de auto-ajuda e afins,vou pesquisar na net esse ai...de graca ,e claro!justamente porque ainda nao tenho o que considero um dom divino de "evitar preocupacoes(nessa crise,dificil encontrar quem nao as tenha) e comecar a viver".alias,acho que para a grande maioria,seja rico ou pobre,preto ou branco,se preocupar faz parte do cotidiano,principalmente qdo o assunto e DINHEIRO!o que muda e a intensidade.por ex. o rico se preocupa se vai conseguir fazer a reserva do ultimo lancamento da mercedes,o pobre se vai ter arroz e feijao na mesa ate o proximo pagamento!
qto aos brazukas,aqui em aichi,a debandada e consideravel,falando ou nao o nihongo,novo ou velho,solteiro ou casado,nao esta havendo distincao.muitos que ate conseguiram alguma coisa estao desistindo apos constatar que dificilmente o salario alcancara a casa dos 180 mil,sem falar nos descontos,pra quem tem familia realmente e um caso a se pensar.por aqui tb diminuiram os "vida loka" e a coisa mais comum agora e ver brazuka se espremendo dentro de mirinha!muitos tb agora ancorados no seikatsu hogo e muitos partindo com a ajuda dos 300.
ops,acho que meu comentario vai acabar mais longo que seu post!boa sorte no novo emprego e tudo de bom!

Bah disse...

Ahhh a despedida sempre é triste, mas quando é a sua tem que estar preparado para isso. Se não estiver ainda preparado para voltar ao bananão, então aguente firme. Boa sorte na nova empreitada. Dispenso dizer que sempre poderá contar com essa amiga aqui né?

Kisu!

andreia inoue disse...

ola carlo,
eu tambem nao sou fa absoluta de livros de auto ajuda,mais um que gostei bastante foi O SEGREDO,ele fala sobre a importancia de conservar o otimismo,ser sempre positivo pq os pensamentos bons atrai coisas boas,e se vc fica pensando que nao vai consegui atrai ondas negativas...

estou muito feliz por vc ter conseguido um novo trampo,pelo menos vai ficar mais um tempinho aqui e analisar se vai valer a pena permanecer por essas bandas,
e infelizmente o ze vai embora,mais o bom que vc conquistou um amigo e passou bons momentos com ele,isso ja eh muito importante,entao eh isso,mesmo virtualmente quero q saiba q assim como a bah vc tem uma amiga em mim tambem viu?abracaooo.