terça-feira, 20 de outubro de 2009

A crise e um ano depois...

Mais um documentário broxante sobre dekasseguis no canal da NHK. Desta vez o foco esta no futuro incerto das crianças brasileiras e seus pais incapazes de manter uma vida estável no arquipélago, mas que ainda assim insistem em tocar a carroça por aqui. Bons tempos aqueles em que o único e premente objetivo do dekassegui típico era estufar o quanto antes o seu pé-de-meia para zarpar rapidinho de volta a nossa doce e saudosa republiqueta das bananas.


Algo a se notar é que os protagonistas deste documentário aparentam não "nihongar" praticamente nada. Quem domina pelo menos o básico, mesmo com certa dificuldade, ainda teve a chance de conseguir outra colocação e se virar de alguma forma.

A culpa de estarem nesta situação ruim pode ser atribuída a eles mesmos, que não souberam se precaver adequadamente. Mas é triste ver este povo perdido em caminhos circulares, sem chegar a lugar algum. E arrastando consigo quem ainda não tem capacidade de decidir seu futuro...

4 comentários:

andreia inoue disse...

acho que esse negocio de ir e voltar eh a maior furada em termos financeiro,se for para resolver alguma pendencia e voltar rapidao ainda eh valido,mais ir,passar meses,gastar um dinheirao e voltar e ter q gastar mais ainda montando novamente a casa aqui,so de pensar doi o bolso e meses perdidos de trabalho aqui ne?.
acho q quando eu voltar vai ser para ficar definitivamente!
um abracao.

Bah disse...

Bom, tem gente que não tem opção. A questão de adaptação é mto difícil. Passar anos no Japão para recomeçar aqui precisa de muita paciência, conviver com menos e pior, segurar os bolsos. Não é para qq um. Eu sei das dificuldades que eu estou tendo aqui economizando o almoço para comer na janta sabe? Não passo fome graças à Deus, mas não tenho mais a mesma vidinha de Japão e isso é difícil pra brasileiro preguiçoso se acostumar rs. Concordo que voltem, melhor voltar do que ficar depressivo aqui pq não somos bosta nenhuma e pior, as pessoas tratam ex-dekassegui como bosta. Pelo menos no Jp somos bosta com dinheiro rs. E dinheiro pode não comprar felicidade, mas compra muitas coisas sim.

Kisu!

kurati disse...

Cara que merda.mas os anos passam e ninguém se toca que é preciso aprender o idioma.Churrasco e balada não podem faltar,mas a educação da mulecada,como é que fica?Esse crise foi um divisor de águas pros dekasseguis.Os manos e as minas vão ter que se virar!!!!

Leh disse...

É triste isso, mas a culpa de tudo isso, neste caso, nem é toda deles, acho que está no país de origem. Falta da Educação, no sentido estudo, direciona à falta de esclarecimento. Chega aqui com uma única visão, depois se empolga com tanta coisa boa e não se redireciona. Não faz uma perspectiva de vida pra viver no Japão, nem no Brasil. Tá precisando uma aulinha para pré-dekassegui viver o pós... Situação dramática aqui tem acontecido, na maioria, com pessoas de baixo nível escolar. Fiz voluntariado e geralmente acontece por falta de reservas. Não me refiro a quem tem pouco tempo, mas pessoas com muitos anos no JP. É a segunda crise que pegam dekasseguis por aqui. Será que se tiver outra terão aprendido?