segunda-feira, 8 de março de 2010

Outro post insone...

Às vezes tenho ilusões de grandeza, de que estou a trilhar um caminho aberto a golpes de machete, no peito e na vontade. E tem muitos momentos que me falta energia até para levantar meus braços, mover um dedo do pé, quem sabe só ficar sentado à beira do Tietê, fitando o vazio de possibilidades concretas e desejando não ser um ponto de interrogação em forma de pessoa. Como é desafiador abrir mão do conforto que a inércia proporciona.
E quando menos se espera (geralmente de madrugada) surge uma coisinha chata rodando a minha mente como um mosquito perturbando o ambiente com o seu zunido, causando aquela suscetibilidade que diminui o humor, provocando insônia e aumentando ainda mais o estresse com as cousas bem próprias de um ex-deka.
É nesses momentos que dá uma vontade quase irresistível de repetir aquela caminhada em direção ao sol nascente…

3 comentários:

andreia inoue disse...

animo e nada de pensar em voltar tao cedo,afinal vc chegou ai a pouco tempo,
abracao.

Patricia disse...

Muitas possibilidades. Quanto mais possibilidades, mais sonhos. Quanto maior o sonho, maior o risco. No final das contas, talvez seja melhor deixar tudo no Tesouro Direto mesmo.

Lou disse...

A não, ficar olhando o Tietê é o fim da trilha!!!!
Pode se animar aí.
Beijos