domingo, 5 de setembro de 2010

Eiiiiiii! Eiiiiiiaaaaa!

Alguém me ouve? Hey! Hey!
Vou tirar a minha roupa que tá um puta calor. Já é noitão, mas o vento parou. O vento parou, o ventou parou, wow, wow, wow!!!
Tem alguém aí? Quero ouvir uns passos no escuro. Quero escutar o uivo dos coyotes neste deserto de sensatez. O relinchar dos burros moucos de San Pablo. Quero ficar menos do jeito que a Manhã pretende que eu esteja. Não. Nãooooo!!! A Manhã não deseja porra nenhuma. Ela nunca sorri para mim. Ela me cega com sua luz esfuziante tal qual um laser destruidor. Ela me faz querer hibernar eternamente no meu refugio escuro. E até lá a garrafa secou! Que graça existe em encarar o mundo sóbrio? Hein? Pode responder isto Parede? Humm?

Mas enquanto isto, tudo é festa: Eiiiiiiiiii! Oiba! Eia! Salve, salve! Salvem-se, Salvem-se! Orraiou, ou, ou, ou!!!
Foram-se todos - digo isto torcendo o pescoço e perscrutando o vazio. Digo "oi" para ninguém. Yeps! Já é hora de dar conta do monte de poeira que se acumulou nesta tabula rasa na qual escrevo diligentemente minhas lamentáveis memórias precoces. Estou com medo? Nem. Talvez meio porre meio bebô meio triste meio sacudo meio brochado. Talvez tudo. Talvez merrrrrda nenhuma. Mas não tenho mais medo.
Que falta de ânimo, hein? É que ela faz falta, não consigo esquecer dela, nunca terei ela, nunca me conformarei e não sei bem o que estou dizendo, estou bem enlouquecido, vamos esperar o sol nascer pra acender a pira da esperança. Acho, no entanto, que aguento ficar aqui, sozinho, esperando alguma coisa boa acontecer. Pretendo ficar bem quieto, sereno como um iogue indiano á espera do derradeiro nirvana, deixar todas as dificuldades passarem, quem sabe aprender um pouco com os outros como se vive de verdade. Serei a partir de amanhã cedo um aluno aplicado. Diabos!!! Não deve ser tão difícil assim...

2 comentários:

Lou disse...

Eu tô aqui!
Achei q vc tinha sido sequestrado....
Bjo

Leh disse...

Êba!!!! Voltou!!!!