quinta-feira, 3 de maio de 2012

Poulet aux prunes



O filme conta a história do violonista Naser Aki Khan, cuja mulher destrói seu violino, durante uma discussão conjugal. Depois de uma intensa busca por um instrumento de mesma qualidade, percebe que nunca ficará satisfeito. Entendido isto, cai em depressão profunda, decide dar fim a vida, se tranca no quarto por 8 dias, até a derradeira partida. Neste período, alucinações, flashbacks de sua infância conturbada, o amor perdido, e o casamento fracassado explicam os relacionamentos atuais com sua esposa, irmão e filhos. E principalmente, o seu desejo por dar cabo a tudo.

A grande lição desde filme, suponho, é que para viver, não basta estar vivo. (Fica aí a lição para certos dekasseguis como yo.) Portanto, embora Nasser tenha tido uma "vida", suas reflexões no leito de morte demonstram que só passou por aqui.

O filme é um tanto parado, reflexivo, muitos diálogos, poucos eventos. No entanto, o drama está dentro dos personagens e o relacionamento intenso que amarram uns aos outros. A cena em que o protagonista, depois de décadas de distanciamento, finalmente encontra-se acidentalmente com seu verdadeiro amor e não consegue ser reconhecido, é sublime. Um belo poema melancólico.

Disparado o melhor filme que já assisti neste ano até agora. Gostei pacas.

3 comentários:

Patricia disse...

Me animei para ver =) Adoro este tipo de drama!

banzai disse...

Ah! quero ver e tem Maria de Medeiros, e é francês? Vc viu em algum cinema no Japão, ou DVD? Porque salas fora do circuito shopping difícil encontrar salas com filmes ´alternativos´, a não ser Tóquio né? Saudades da minha São Paulo viu.
madoka

Carlo disse...

Olá Madoka,
consegui o filme de forma alternativa, www.thepiratebay.com .
Legendas, no legendas.tv.
Infelizmente, quem aprecia bons filmes aqui no Nihon tem se valer desse tipo de "empréstimo".
Vale a pena assistir 'Persépolis', que é baseado nos quadrinhos da mesma autora deste filme.
[]'s